CADASTRE SEU WHATSAPP, RECEBA AS NOTÍCIAS SMC

Palavra do Presidente

Cercado de empresários e sem diálogo com trabalhadores, Bolsonaro ameaça equilíbrio da relação Capital e Trabalho

Sérgio Butka - Presidente

Em transição com o governo Temer, Bolsonaro dá passos perigosos na relação entre Trabalho e Capital. O presidente eleito tem se cercado cada vez mais por empresários e até o momento não abriu diálogos com os trabalhadores. Um caminho que, se aprofundado de fato, ameaça as principais engrenagens que movem a economia do país.

Em uma sociedade em pleno funcionamento, Capital e Trabalho existem juntos e convivem bem, de forma equilibrada. Afinal, um precisa do outro para cumprir sua missão. É como uma balança, quando um lado pesa mais do que o outro a coisa vai mal, a economia patina e o país deixa de avançar. Para que isso não aconteça é de fundamental importância que o presidente seja o fiel da balança, pegue as rédeas e assuma o controle, dando voz e espaço tanto aos empresários, quanto aos trabalhadores. 

Um governo que se pauta apenas por um lado, seja ele qual for, acaba com as chances de colocar o Brasil nos trilhos. Sem diálogo entre empresários e trabalhadores o desemprego continua, a crise se agrava e o bolso de todos fica vazio! E isso ninguém quer! 

Para que isso não aconteça, Bolsonaro precisa ser certeiro neste momento, como um bom juiz. É ele quem deve mediar esse diálogo e agir de forma justa, para que todos (governo, patrões e trabalhadores) saiam ganhando. Afinal, não dá para tomar uma decisão justa sem olhar o Brasil por todos os ângulos e não vai ser cercando-se apenas de empresários que isso será feito. 

Precisamos caminhar juntos urgentemente, pelo bem do Brasil!

Sérgio Butka
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Federação dos Metalúrgicos do Paraná (Fetim) e da Força Sindical do Paraná.
Desenvolvido por Agência Confraria