Cadastre seu WhatsApp e receba as notícias SMC

Notícias > Notícias do dia, Saúde do Trabalhador

Imagem

Para conscientizar sobre doenças ocupacionais, Campinas recebe ‘Acidentômetro do Trabalho’

O painel, instalado na Av. Francisco Glicério, integra a campanha “A Dor Pode Te Marcar”, parceria com objetivo de criar políticas públicas municipais de atendimento e prevenção.

Campinas - Uma ação do Ministério Público do Trabalho em Campinas, em parceria com a Prefeitura Municipal e o CEREST – Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, instalou na cidade o primeiro ‘Acidentômetro do Trabalho’ do Brasil, um painel de LED de 5 metros de largura por 2 metros de altura. O objetivo é mostrar à população, em tempo real, a quantidade de acidentes de trabalho, doenças ocupacionais e transtornos mentais no Brasil, incluindo, além das ocorrências registradas, os dias de trabalho perdidos com afastamentos previdenciários, os gastos da Previdência com benefícios acidentários e as mortes notificadas.

“Com essa iniciativa pretendemos chamar a atenção do público para o grave problema das doenças ocupacionais, gerando conscientização de empresas e trabalhadores. Além disso, temos por objetivo que o Poder Público Municipal dê à temática das doenças relacionadas ao trabalho, em especial LER/DORT e transtornos mentais, a mesma importância e tratamento que é dado às demais questões envolvendo a saúde pública”, afirma o procurador Mário Antônio Gomes, que está à frente do projeto pelo MPT.

A campanha ‘A Dor Pode Te Marcar’ foi criada com objetivo de alertar e conscientizar a população sobre a existência das doenças ocupacionais e dos transtornos mentais, que podem ser causados pela atividade de trabalho e que em muitos casos chegam a deixar o trabalhador inapto a desenvolver atividades profissionais. O projeto usa tatuagens como reforço das marcas permanentes que essas doenças podem deixar, não apenas profissionalmente, mas na vida de cada indivíduo. Foram espalhados pela cidade outdoors, anúncios em transportes públicos e mídias internas para divulgação da campanha. Além disso, a ação conta com o apoio da jornalista e ativista deste assunto nas redes sociais, Izabella Camargo, vítima da síndrome de Burnout, um tipo de transtorno mental ocasionado pelo trabalho.

Você ainda pode obter informações nas páginas oficiais nas redes sociais da campanha, Facebook (adorpodetemarcar), Instagram @adorpodetemarcar) e Youtube, com conteúdos exclusivos ou pelo hotsite: www.adorpodetemarcar.com.br

De onde surgiu

O projeto inovador surgiu no âmbito do procedimento promocional da Procuradoria Regional do Trabalho da 15ª Região que tem como objeto a prevenção de doenças relacionadas ao trabalho que vem aumentando consideravelmente nos últimos anos, em especial, com o incremento da tecnologia.

“A aproximação com o Poder Público, que é quem organiza a saúde pública no Município, é imprescindível para que possam ser implementadas medidas de prevenção de doenças relacionadas ao trabalho, notadamente as de cunho mental”, explica o procurador.

Normatização

O MPT e a Prefeitura Municipal de Campinas firmaram, em março de 2019, um Termo de Cooperação que prevê, entre outras coisas, a conjunção de esforços para a criação de uma norma dispondo sobre a notificação obrigatória de acidentes e doenças do trabalho.

A notificação será feita por meio de relatório de atendimento aos acidentados do trabalho (RAAT), como já ocorre em outras cidades do Estado de São Paulo.

A parceria compreende, também, a capacitação de agentes de saúde, para atender a demanda de trabalhadores que apresentarem casos de doença ocupacional ou questões envolvendo a saúde mental, além do acolhimento, diagnóstico, tratamento e correção das condições que levam o trabalhador ao adoecimento.

Estruturação

Como forma de melhorar o atendimento com relação à prevenção de doenças ocupacionais, o “CEREST Itinerante” será criado: trata-se de uma equipe técnica que se deslocará por diversos pontos do SUS e através de ações de educação em saúde para qualificar os profissionais de saúde sobre como reconhecer, notificar, tratar e dar encaminhamento às questões de saúde do trabalho.

Fonte:MTP

Comente esta notícia

Desenvolvido por Agência Confraria