Portal SMCCARD | Acesse aqui

Notícias

Imagem

TRABALHADORES DA VOLKS DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS FAZEM VOTAÇÃO DE PROPOSTA DE MANUTENÇÃO DE EMPREGO ATÉ AMANHÃ

Na tarde desta terça-feira (15), o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba realizou assembleia para apresentar e esclarecer dúvidas em relação à proposta

Os trabalhadores da Volkswagen, em São José dos Pinhais (PR), votam até amanhã (16), a proposta de manutenção dos empregos apresentada pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC) na assembleia realizada hoje à tarde, em frente à fábrica. A votação será através do “Vota SMC”, sistema online desenvolvido pelo Sindicato. A proposta tem validade de 5 anos e engloba a garantia dos empregos através do Layoff (suspensão do contrato de trabalho com o trabalhador recebendo seguro desemprego e a empresa complementando o salário até 82,5%); Além disso, estabelece um Plano de Demissão Voluntária (PDV), a Data base e Participação nos Lucros e Resultados de R$ 12.800, 00 para 2020 com reajuste pelo INPC até 2024 sendo o percentual garantido de pagamento da primeira parcela estipulado em 52% do valor total da PLR do ano anterior. (Confira a proposta detalhada CLICANDO AQUI).

No final de agosto, a Volkswagen procurou os Sindicatos dos Metalúrgicos das quatro fábricas que possui no Brasil - São José dos Pinhais (PR), São Bernardo do Campo (SP), Taubaté (SP) e São Carlos (SP), dizendo que estava com um excedente de 4.700 trabalhadores. Desde então, os Sindicatos procuraram estabelecer uma negociação para buscar um acordo que mantivesse os empregos e evitasse as demissões. Após três semanas de longas negociações , construiu-se de forma conjunta a proposta acima que está sendo apresentada para votação aos trabalhadores das quatro fábricas.

“Desde que a Volkswagen nos procurou deixamos claro que a nosso objetivo era evitar as demissões e que então buscássemos alternativas para procurar manter os empregos e a competitividade da empresa. Graças ao bom senso de ambas as partes, conseguiu-se tirar uma proposta de preservação e garantia dos postos de trabalho pelos próximos cinco anos. Com isso, há tranquilidade para que o trabalhador possa desempenhar bem sua função e a empresa possa se planejar para enfrentar o momento difícil pelo qual o país passa”, resumiu o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, Sérgio Butka.

A proposta precisa ser aceita por 80% dos trabalhadores da fábrica para ser aprovada. Assim que terminar a votação, o Sindicato estará informando a todos os trabalhadores o resultado.

A unidade paranaense da Volkswagen emprega aproximadamente 2450 trabalhadores, sendo quase 2000 na linha de produção e o restante administrativo e indiretos (manutenção, qualidade ferramentaria e outras funções). Nesta unidade são produzidos os modelos T-Cross e Fox.

Comente esta notícia

Desenvolvido por Agência Confraria