Próximas assembleias, confira as datas

Palavra do Presidente

Porque querem o fim dos Sindicatos!

Sérgio Butka - Presidente
O aumento da cruzada contra os Sindicatos que a mídia tem empreendido esse ano se explica. Historicamente, os grandes veículos de comunicação do país sempre serviram aos interesses do poder, do patronal e do sistema financeiro. Não é a toa, que tentam vender a reforma trabalhista como “modernização” da legislação e tentam jogar a culpa do atraso do país nos Sindicatos. O que não passa de uma grande mentira. 
 
Você acha mesmo que sem o Sindicato vai ter condição de negociar de  igual para igual com seu patrão como quer a reforma trabalhista? Não dá para se enganar. Férias e descanso semanal remunerados, jornada de trabalho adequada, piso salarial, condições insalubres de trabalho, reajuste salarial todo ano, vale refeição, vale mercado, participação nos lucros, melhores condições de trabalho e mais uma infinidade de melhorias que o trabalhador tem hoje, só foi e é possível graças as lutas sindicais e trabalhistas. Não pense que tudo o que existe hoje caiu do céu ou  veio de graça pela “bondade” do patrão e do governo. Foi preciso muita luta, suor e sacrifício para que hoje possamos gozar de condições dignas e  adequadas de trabalho. 
 
É fato que o escudo do trabalhador é o Sindicato. E o patronato quer o fim dos Sindicatos porque aí vai ter a porteira aberta para aumentar seus lucros através da precarização dos direitos e dos salários dos trabalhadores.  Essa é a única verdade com essa história toda de reforma trabalhista. Você acha mesmo que o governo, senadores e deputados estão preocupados com você, trabalhador? O que eles querem é abrir a porteira para que as condições de trabalho voltem para o século 19. E é isso que não podemos permitir. Por isso dia 30 de junho, vamos voltar as ruas para combater essa reforma maldita. Ou a gente se une ou se acostuma a usar correntes nos pés. Vamos à luta. 
 
Sérgio Butka
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Federação dos Metalúrgicos do Paraná (Fetim) e da Força Sindical do Paraná.
Desenvolvido por Agência Confraria