Portal SMCCARD | Acesse aqui

Palavra do Presidente

NOTA DE REPÚDIO À PROPOSTA DE REDUÇÃO DE SALÁRIOS DURANTE A EPIDEMIA DE CORONAVÍRUS NO BRASIL

Sérgio Butka - Presidente

O Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba vem a público neste momento repudiar com veemência a proposta de alguns integrantes do Governo Federal de cortar pela metade os salários dos trabalhadores neste período de isolamento e crise causada pela epidemia de coronavírus no Brasil. Essa é uma atitude deplorável por parte daqueles que deveriam atuar para nos proteger e nos resguardar neste momento difícil pelo qual passamos. Nós, como representantes constitucionais dos trabalhadores, não aceitaremos tal proposta, uma vez que ela vai na contramão de tudo aquilo que acreditamos ser necessário para superar esse grande desafio imposto pelo Covid-19. 

É dever do Estado proteger a população em todos os momentos, não apenas nas questões da saúde, mas também nas questões econômicas e trabalhistas. É do Estado que deve vir a solução para este momento de crise e certamente ela não parte deste pensamento mesquinho de cortar salários de quem mais precisa! Sabemos sim que todos devemos fazer sacrifícios para atravessar tal momento, mas este sacrifício com certeza não passa pela redução dos recursos do trabalhador. Pois sabemos bem que são estes recursos que vão garantir a segurança do trabalhador para proteger a sua família e se manter saudável. Há outros sacrifícios que podem ser feitos, outras verbas que podem ser realocadas, outras regalias que podem ser cortadas e outras negociações que podem ser feitas.

Nós do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba estamos fazendo a nossa parte e trabalhando firme para isso: negociar alternativas para superar essa epidemia sem que o trabalhador seja punido e sem que as empresas saiam no prejuízo. Que fique claro: não aceitaremos nenhuma proposta de redução de salários, demissões ou corte de direitos! Como de praxe, seguimos abertos ao diálogo seja ele com empresas, governantes ou outros agentes envolvidos em superar este desafio. Neste momento é de extrema importância também destacar esse papel conciliador e essencial que vem sendo cumprido pelos Sindicatos brasileiros, garantindo com suas negociações que o vírus não se espalhe ainda mais por nosso território e mostrando mais uma vez para todos que somos fundamentais para manter o Brasil nos trilhos. 

Por fim, acreditamos que só assim, trabalhando todos juntos (Sindicatos, Governo e Empresários) com sabedoria, responsabilidade e sem punir os trabalhadores e cidadãos brasileiros é que poderemos sair dessa situação com um Brasil ainda mais fortalecido! 

Sérgio Butka
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Federação dos Metalúrgicos do Paraná (Fetim) e da Força Sindical do Paraná.
Desenvolvido por Agência Confraria