Acesse aqui o Portal dos 101 anos SMC

Palavra do Presidente

Esse ano a luta é por mais emprego

Sérgio Butka - Presidente
A linha está dada, companheirada! Esse ano a nossa luta é por mais e melhores empregos. Infelizmente, mais uma vez, o grande capital quer jogar a conta da sua incompetência nas costas do trabalhador. Se o mercado está em baixa como dizem, o trabalhador não pode pagar por isso. A produção foi realizada. O trabalho foi feito. A qualidade foi mantida. Se não estão vendendo, que abaixem a sua margem de lucro, que hoje é a mais alta do mundo, segundo especialistas do mercado.

Infelizmente, esse é o problema do patronato no Brasil. Querem ganhar sempre, a todo custo. Choram que os impostos são altos, mas ganham bilhões em isenções, incentivos e outros benefícios fiscais. Na hora de negociar salários e valorizar a mão de obra, batem o pé e apelam para o assédio moral, o judiciário e para a polícia. Não oferecem nenhuma contrapartida como, no mínimo, a preservação e manutenção dos empregos. E não são cobrados por isso.

    Agora, apesar de todas essas vantagens, querem forçar o governo a conceder mais isenções ameaçando os trabalhadores com demissões. Isso é inadmissível e não será tolerado. Vamos pressionar para que o nível de emprego exigido para quem recebe subsídios estatais seja mantido. Nos obrigamos a fazer o lay-off para não prejudicar os trabalhadores.  Porém, entendemos o lay-off como uma medida emergencial apenas. As empresas que tirem o cavalo da chuva se pensam que vão ficar se beneficiando do seguro desemprego do trabalhador.

    Em vez de ficar enviando os subsídios que recebem como remessa de lucros para o exterior, que as empresas apliquem esse dinheiro na vinda e produção de novas tecnologias e produtos, o que vai garantir a geração de novos empregos, mais competitividade e, inclusive, preços mais baratos, o que eleva as vendas.

 Vamos pressionar para que as empresas cumpram com sua obrigação de manter o nível de emprego. Essa é a nossa luta. Vamos nos manter unidos e mobilizados para garantir que a conta não fique nas nossas costas! Vamos pra luta, companheirada!

Sérgio Butka
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Federação dos Metalúrgicos do Paraná (Fetim) e da Força Sindical do Paraná.
Desenvolvido por Agência Confraria