CADASTRE SEU WHATSAPP, RECEBA AS NOTÍCIAS SMC

Notícias

Imagem

METALÚRGICOS ALEMÃES CONQUISTAM REDUÇÃO DE JORNADA DE 35 PARA 28 HORAS SEMANAIS

Metalúrgicos alemães mostraram o resultado de trabalhadores engajados e sindicato atuante. O IG Mettal, o mais forte sindicato alemão, que representa trabalhadores nos setores metalúrgico e automotivo, garantiu a cerca de 900 mil trabalhadores a redução da jornada de trabalho de 35 para 28 horas semanais e um aumento salarial de 4,3%.

A vitória que abre importante precedente. A expectativa agora é que os benefícios conquistados influenciem outras negociações, na Alemanha e no mundo, já que dar aos trabalhadores o direito de encurtar as horas de trabalho e poder determinar o próprio balanço entre vida privada e trabalho é uma excelente resposta para novas modalidades industriais e qualidade de vida trabalhista.

De agora em diante, os metalúrgicos do setor, com pelo menos dois anos de trabalho na empresa, poderão solicitar a redução da jornada semanal de trabalho sem redução de salário por um período que pode ir de seis até 24 meses. Passado esse tempo, o trabalhador terá a garantia de retornar ao seu posto em período integral.

Metalúrgicos com filhos pequenos, com doença na família ou idosos poderão reduzir ainda mais a jornada

O acordo passa a valer a partir de abril, portanto, trabalhadores receberão o pagamento único de 100 euros correspondente à recomposição salarial do primeiro trimestre de 2018.

A partir do ano que vem, esse pagamento se transformará em um depósito único de U$ 400, mais um segundo pagamento extra correspondente a 27,5% do salário mensal de cada trabalhador – uma espécie de PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

Os metalúrgicos que tiverem filhos pequenos, doença na família ou forem idosos poderão ainda optar por não receber esse montante anual e substituí-lo por uma jornada de trabalho ainda menor. Essa medida também será válida durante um período de dois anos.

Por outro lado, as empresas poderão contratar mais trabalhadores para uma jornada de 40 horas semanais em períodos em que haja a necessidade de aumento de produção para atender a maiores demandas.

A importância da negociação passar pelo sindicato

As medidas foram aprovadas após cinco intensas rodadas de negociações nas quais, a princípio, o sindicato não obteve sucesso. Contudo, após uma série de greves em todo o país (paralisando gigantes como a Airbus, Daimler, BMW e Bosch), os trabalhadores foram ouvidos.

Fonte: Gabriele Maniezo/Metal Revista

Comente esta notícia

Desenvolvido por Agência Confraria