PRÓXIMAS ASSEMBLEIAS - CONFIRA AS DATAS
CADASTRE SEU WHATSAPP, RECEBA AS NOTÍCIAS SMC

Notícias

Imagem

JUÍZES E PROCURADORES SE MOBILIZAM CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Associações de juízes e procuradores se mobilizam em oposição à reforma da Previdência. Na quinta-feira (1º), foi entregue uma carta à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, reunindo as reivindicações de juízes e membros do Ministério Público.

A principal crítica é a perda da integralidade e da paridade das pensões. Com isso, juízes aposentados deixarão de receber o mesmo salário de quando deixaram o serviço público e não terão direito a reajustes concedidos aos magistrados ativos. Isso ocorrerá com magistrados que tenham menos de 50 anos (homens) ou 45 anos (mulheres) a partir do momento em que PEC for promulgada.

Participam do movimento a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), a Associação dos Juízes Federais (Ajufe), a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT) e a Anamatra.

Os líderes das entidades reafirmaram que a reforma da Previdência, na avaliação deles, não é ruim apenas para o servidor, mas também para o trabalhador do regime privado.

CLIQUE AQUI e leia a carta dos magistrados contra a Reforma da Previdência.

Comente esta notícia

Desenvolvido por Agência Confraria